O responsável dos motoristas preocupado com o excesso de velocidade dos mesmos na via que actualmente está em manutenção.

O responsável dos motoristas da via que dá acesso ao bairro de Pessak manifestou-se preocupado com o excesso de velocidade dos mesmos na via que actualmente está em manutenção.

A preocupação foi levantada esta sexta-feira (4/10) aos microfones da Rádio Sol Mansi, que foi visitar os trabalhos da reabilitação daquela via executada pelo ministério das Obras Públicas e Urbanismo.

De acordo com Edmilson dos Reis Mendes, o facto deve-se a condição melhorada da estrada e aumento da afluência das pessoas neste período das aulas levando alguns condutores estarem abusar sem ter em conta a circulação das pessoas.

“ Estamos felizes com a reabilitação da via, mas o maior problema tem a ver com a velocidade com que os motoristas andam o que pode motivar que as autoridades coloquem asfalto de maior proporção que dificulta a circulação rodoviária”, explica.

Ainda no âmbito desta entrevista ouvimos um dos motoristas de toca-toca desta via que afirma que reduziu bastante os problemas da mola que anteriormente muitas viaturas confrontavam devido ma condição da estrada na altura.

“Agora a circulação está muito fácil com a reabilitação, não temos problemas de mola como dantes em que outrora entramos em discussão com os nossos patrão devido a constante manutenção das viaturas tendo em conta a má condição da via”, explica para depois realçar que “mas, uma outra situação com que deparamos agora é dos agentes da viação, poeira devido às condições das nossas viaturas que não são climatizados.”  

Na época chuvosa os moradores de algumas zonas urbanas sobretudo de Bissau enfrentam a dificuldade de circulação devido a má condição das ruas que muitas das vezes são cortadas pela corrente da água, outros já manifestaram a intenção de não irem as urnas devido ao que consideram de desprezo e abandono por parte dos governantes.

Esta é a segunda via reabilitado nesta época da chuva pelo governo seguido da via que dá acesso a retunda da 2ª esquadra à aldeia SOS.

Em Novembro do ano passado o governo anunciou que Banco de Desenvolvimento da África Ocidental (BOAD) irá disponibilizar 70 milhões de euros para reabilitação e construção de estradas da capital Bissau, além de outros troços no interior do país.

Por: Braima Sigá